Urbanizando
Oque olhas? esta a fim de terror então te cadastra e navega pelo medonho mundo de urbanizando.

Urbanizando


 
InícioGaleriaRegistrar-seConectar-se
Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Últimos assuntos
» Bloody Mary
Sab Set 24, 2011 10:06 pm por ikarus

» Snuff Filmes : lenda ou realidade?
Sab Set 24, 2011 7:32 pm por ikarus

» olá pessoas ;D
Sab Maio 28, 2011 9:08 pm por ikarus

» Atividade Paranormal 2
Sab Maio 28, 2011 8:41 pm por ikarus

» Atividade Paranormal
Sab Maio 28, 2011 8:18 pm por ikarus

» Ponte Gate Bridge
Dom Mar 20, 2011 5:17 pm por ikarus

» Hello galera
Dom Mar 01, 2009 2:25 pm por .: Kurosaki Mateus :.

» resultados das fichas
Sex Fev 20, 2009 2:38 pm por ikarus

» Qual é o nível da sua inteligência?
Sex Fev 20, 2009 2:26 pm por Luny

Conectar-se
Nome de usuário:
Senha:
Conexão automática: 
:: Esqueci minha senha
Foruns Amigos
Japanese World
Japanese World
Photobucket
Maio 2018
DomSegTerQuaQuiSexSab
  12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  
CalendárioCalendário

Compartilhe | 
 

 Espírito de Um Soldado

Ir em baixo 
AutorMensagem
ikarus
Superiores
avatar

Sagitário
Cachorro
Número de Mensagens : 95
Data de inscrição : 17/02/2008
Idade : 23
Localização : Castelo no Monte Olimpo

MensagemAssunto: Espírito de Um Soldado   Sex Dez 19, 2008 4:16 pm

É um fato que aconteceu em minha casa.No inicio dos anos 80, meu pai entrou na polícia militar de Belém-PA.Eu tinha seis anos de idade, fomos morar no quartel da policia, meu pai, mamãe, eu, e minha irmã. Meu pai estava quase sempre de serviço na quarda e nós ficávamos quase sempre sozinhos em casa com mamãe. Certo dia minha mãe colocou-me para dormir e em seguida ela também foi deitar com minha irmã.Quando derrepente ela ouviu pisadas na casa, levantou e foi ver se era meu pai, mas não era ninguém. Sentiu um forte arrepio, foi deitar novamente, mas continuou a ouvir pisadas de coturnos na casa, não dormiu a noite toda. De manha contou ao meu pai oque tinha acontecido, ele disse que era bobagem. Na noite seguida meu pai saiu pra trabalhar novamente. E tudo se repete novamente, só q desta vez eu também ouvia os passos na casa.Desta noite em diante começamos a ver um soldado fardado e sempre entrando em um dos quartos que tinha na casa, mas sempre no mesmo, a casa tinha quatro quartos, e era justamente o quarto que não era usado. Minha mãe começou a ficar com muito medo, e se sentia incomodada, pois já não tinha hora e nem momento para as aparições... Tivemos que mudar de casa ficamos aterrorizados com isso. Passado o tempo, certo dia minha mãe estava fazendo compras, encontrou com uma vizinha que morava na vila militar como nós na época.Ela perguntou como estávamos e logo em seguida perguntou também se minha mãe tinha parado de ver o tal soldado.Minha mãe disse que não via mais nada! Foi quando a mulher resolveu falar o que acontecia naquela casa."Um soldado" estava de serviço a meses no quartel, era noivo. Com muita saudade resolveu chegar em casa de surpresa, chegando lá, encontrou sua noiva com outro.Revoltado ele voltou pra vila militar, entrou em uma das casas e amarrou uma corda e se enforcou no quarto, quarto esse que ele sempre entrava em suas aparições. Minha mãe perguntou a ela como ela sabia de tudo isso.Ela disse que o quartel sentiu falta do soldado e telefonou, procurou por ele em sua casa. Mas sua família também não sabia dele.Passaram-se os dias...Viram em cima da casa na vila muitos urubus, resolveram arrombar a casa que estava trancada por dentro, quando entraram, estava lá o corpo pendurado com uma carta escrita por ele no chão contando o que tinha ocorrido.Até hoje a casa ainda existe na vila do quartel e ninguém mais mora lá.Coincidência ou não, ninguém escolhe aquela casa pra morar.

* Lenda enviada por: Rangel Ted
Fonte :Mr. Mala
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://urbanizando.forumeiros.com
 
Espírito de Um Soldado
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Urbanizando :: Momentos Off :: Lendas Urbanas-
Ir para: